Taboão Digital – Notícias sobre Taboão da Serra, com uma pitada de Humor.

OBRIGADO POR ACESSAR O TABOÃO DIGITAL!
Destaque

Palmeiras perde para o Inter, mas ganha vaga nas quartas da Copa do Brasil

O Palmeiras, apesar do revés por 2 a 1 para o Internacional na noite desta quarta-feira (31), no Beira-Rio, está classificado para as quartas de final da Copa do Brasil. Com o placar agredado de 2 a 2 pelas oitavas de final do torneio – o Verdão venceu o primeiro jogo por 1 a 0 –, a equipe palestrina avançou graças ao tento marcado na casa do rival.

Esta é a 14ª vez que o clube alviverde chega às quartas de final da Copa do Brasil. O Palmeiras repetiu o feito nas edições de 1992, 1993, 1996, 1997, 1998, 1999, 2000, 2004, 2010, 2011, 2012, 2015 e 2016. O adversário do Verdão na fase seguinte do torneio será sorteado pela Confederação Brasileira de Futebol nos próximos dias.

O Palmeiras retorna a campo neste domingo (04), às 16h, contra o Atlético-MG, no Allianz Parque, pela 4ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Veja os melhores momentos:

 

O jogo

O início da partida reservou minutos de pressão colorada, que veio para cima do Palmeiras em busca do resultado. Fernando Prass foi bastante acionado nos dez primeiros minutos, mas não evitou o gol de D’Alessandro, aos oito, após aparecer cara a cara com o arqueiro. (Internacional 1×0 Palmeiras)

Logo após o gol adversário, o Verdão reagiu: aos 17, após lindo passe de Dudu, Róger Guedes tocou por cima de Danilo Fernandes e mandou para as redes, mas o auxiliar assinalou impedimento do atacante palestrino. Em seguida, outro lance duvidoso: após finalização de Willian, Léo Ortiz cortou com a mão, dentro da área. O árbitro Ricardo Marques Ribeiro nada marcou.

Após os 20 minutos, o jogo esfriou. A noite chuvosa no Beira-Rio trouxe consigo uma má notícia para o Palmeiras: Dudu sentiu a coxa esquerda e ficou sem condições de jogo. Keno entrou em seu lugar. O Alviverde chegou a avançar a marcação diante do rival colorado, mas não levou perigo de gol.

Já no segundo tempo, Cuca sacou Edu Dracena para dar lugar a Thiago Santos – Felipe Melo foi recuado para a função de zagueiro. Apesar do início melhor em relação à primeira etapa, o Inter chegou novamente ao gol do Verdão com Nico López, aos dez. (Internacional 2×0 Palmeiras)

A última cartada do treinador palmeirense foi trocar Borja por Róger Guedes. O colombiano entrou para jogar centralizado no setor ofensivo, e Keno e Willian atacavam pelas pontas. Aos 22, em outro lance duvidoso, Zé Roberto foi puxado por D’Alessandro na área, mas a arbitragem mandou seguir.

A partir de então, o Palmeiras passou a acuar o rival e levar maior perigo ao gol de Danilo Fernandes. Aos 27, após bela jogada pela esquerda, Keno cruzou para Willian, que, de carrinho, acertou a trave. Na volta, finalizou em cima do arqueiro colorado, que evitou o empate. De tanto pressionar, o gol, enfim, saiu: cinco minutos depois, em bola levantada na área por Jean e confusão na área, Thiago Santos mandou para as redes. (Internacional 2×1 Palmeiras)

O tento palestrino deixou o rival nervoso. Nos instantes finais, muitas faltas e jogadas ríspidas entre os atletas. Apesar do revés, o placar era favorável ao Verdão, já que o gol marcado fora de casa dava a vantagem da classificação à equipe. O Internacional tentou empatar, mas os cinco minutos de acréscimo foram insuficientes.

Escalação: Fernando Prass; Fabiano, Mina, Edu Dracena (Thiago Santos) e Jean; Felipe Melo, Tchê Tchê, Jean e Dudu (Keno); Róger Guedes (Borja) e Willian

Gols

Palmeiras: Thiago Santos (32’ – 2ºT)

Internacional: D’Alessandro (8’ – 1ºT) e Nico López (10’ – 2ºT)

Cartões amarelos: Edu Dracena, Felipe Melo, Erik, Borja e Fernando Prass

 

OBRIGADO POR ACESSAR O TABOÃO DIGITAL!
Clique para Comentar!

Deixe sua Opinião!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo