Taboão Digital – Notícias sobre Taboão da Serra e Região Sudoeste de São Paulo

Artigos

Redes Sociais: A IDADE DO ÓDIO

Vivemos numa época de excesso de razão. Vou tentar explicar.

Com as mídias sociais, passaram a vir à tona demonstrações explícitas de ódio. Principalmente racial. Com o panorama político, esse ódio assumiu contornos políticos.
A sociedade foi se acostumando. Mas as pessoas foram se informando. Com o tempo, as demonstrações de ódio racial diminuíram (ainda bem). Mas isso não significa que o ódio tenha diminuído. Simplesmente as demonstrações não apareceram tanto mais.

Isso significa que mesmo os mais racistas, mesmo os mais radicais politicamente, foram tendo (teoricamente) mais embasamento em suas argumentações.
Quem era racista, pode ter mais argumentos a favor de sua postura (o que é lamentável). Quem era petista, também. Quem é coxinha, idem. Os religiosos se uniram e tornaram-se mais convictos de suas fés. Os ateus também.

 

Com o tempo, então, as pessoas foram se isolando. Quem era de um jeito, assim ficou. Quem era de outro, também.
Isso significa que cada um, ao menos teoricamente, se tornou um grande defensor de causa. Um sujeito que não quer colocar suas posições em dúvida.
Dá para perceber isso bem claramente nas redes sociais. Se o sujeito leva uma contradição, não debate. Fica zangado, chuta o pau da barraca e exclui a pessoa da sua lista de “amigos”. Se a outra pessoa fala algo considerado errado, a gente xinga e vai embora.

Hoje, com o novo conservadorismo, no Brasil e no mundo, a leva de gente progressista se junta e forma claques de crítica.
Enquanto isso, os conservadores não ligam e fazem o mesmo.
Argumentação que é bom, necas. Cada um fica no seu lugar, ora se congratulando, ora reclamando.
Isso acontece até com os mais atentos. Até com os mais informados. Até com os mais tolerantes. Porque vivemos uma época em que todos parecem se arvorar donos da razão.
Pois é, vivemos numa época de excesso de razão. Para quê? Para ter ódio. Em geral para isso.

 

Por Rodrigo Contrera, jornalista, colaborador do Taboão Digital.

(As opiniões de nossos articulistas não refletem a opinião editorial do Portal, pois acreditamos na liberdade de expressão das ideias que publicamos aqui, mesmo que não concordemos total ou parcialmente com as mesmas)

Clique para Comentar!

Deixe sua Opinião!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo
HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com