Taboão Digital – Notícias sobre Taboão da Serra e Região Sudoeste de São Paulo

Cotidiano

Palestra de Prevenção ao Câncer Bucal esclareceu dúvidas em Taboão

Dr. Ronaldo brinca com Dona Neci, durante reunião na Igreja (Fotos: Marcelo Valladao)

Aconteceu no último domingo, dia 5 de agosto,  durante o encontro do grupo “Amigas do Peito” da Paróquia São João Batista a palestra de Prevenção ao Câncer Bucal ministrada pelo Dr. Ronaldo Dias, da NOP clínica especializada em odontologia que é referência em Taboão da Serra.

A segunda parte contou com testemunho da professora Andreza

Participaram da palestra pessoas ligadas ao grupo, que faz um belo trabalho com amigos e familiares de quem já enfrentou essa doença, prevenindo, orientando e apoiando no combate ao câncer de qualquer natureza.

“Pouco se fala nos meios de comunicação sobre o câncer bucal, por isso, faço questão de difundir essa palestra para que possamos nos prevenir e saber mais sobre essa questão”, explicou ele.

Durante a palestra, Dr. Ronaldo esclareceu como se prevenir e principalmente como se autoexaminar, um ato muito importante para acompanhar se está tudo bem e caso tenha dúvidas, a orientação é sempre procurar a orientação de um profissional.

“Quanto mais cedo um câncer for diagnosticado, mais fácil será o tratamento com possibilidade de cura sem grandes traumas”, salientou.

Adriana Marques coordenou o encontro

Por isso, se você apresentar qualquer um desses sintomas por mais de 2 semanas, mesmo não apresentando os fatores mais comuns de causa, visite seu dentista ou médico imediatamente:

  • Feridas na boca sem cicatrizar (mesmo que indolores)
  • Dor persistente na boca (que não passa)
  • Mau hálito persistente (halitose)
  • Caroços no pescoço ou bochecha
  • Mudanças na voz
  • Dificuldade de mastigar ou engolir
  • Vermelhidão ou área esbranquiçada na língua, gengiva ou em outras partes da boca
  • Dor de garganta, irritação ou a sensação de que tem algo preso na garganta
  • Dor e inchaço na mandíbula, chegando a alterar ou incomodar próteses
  • Dentes moles na gengiva

Ao realizar o exame clínico, o profissional de saúde deve solicitar uma biópsia para verificar se a lesão é um tumor maligno. Em caso positivo, é realizado um tratamento que pode ser radioterapia e cirurgia, podendo ser associadas ou isoladas, conforme o caso.

A palestra esclareceu também outras doenças ligadas aos dentes e os possíveis tratamentos.

Na segunda parte do encontro, houve o testemunho da catequista e professora Andreza Rezende, que contou um pouco de como a sua família enfrentou o câncer de seu pai. “Nunca perdemos a fé, essa é a minha mensagem para todos aqui hoje”. Ela chegou a se emocionar em alguns trechos e deixou uma lição de força e humanidade.

O grupo Amigas do Peito foi incentivado pelo Padre Kieran Rudge. Na organização dessa palestra participaram Adriana Marque Silva e Ângela Lima.

As reuniões sempre acontecem em todos os primeiros domingos de cada mês, sempre às 9h.

Veja o vídeo que a NOP produziu sobre o Câncer Bucal:

Clique para Comentar!

Deixe sua Opinião!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo
HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com