Taboão Digital – Notícias sobre Taboão da Serra e Região Sudoeste de São Paulo

Artigos

URNAS ELETRÔNICAS – OPERAÇÃO ANTIFRAUDE

Estudos com reconhecimento internacional apontam que a probabilidade de fraude nas últimas eleições presidenciais brasileiras foi de 73,14%. As urnas eletrônicas que usamos no Brasil não são usadas por mais nenhum outro país do mundo e não são auditáveis.

Nosso sistema eleitoral tem o resultado coletado pela urna eletrônica DRE, esse equipamento é exclusivamente utilizado no Brasil. Nos últimos anos a discussão da confiabilidade dessa tecnologia foi pauta dos maiores veículos de comunicação. O motivo: a incapacidade da urna ser auditada.

Hugo HOESCHL, PHD em inteligência artificial e Pós-Doutor em Governo Eletrônico, desenvolveu o projeto que levou à descoberta do maior escândalo de corrupção do país até o momento. Seu sistema é utilizado até hoje em investigações de órgãos federais.

Seu próximo passo é analisar a fragilidade desse sistema de votos.

A operação do Hugo coletará os dados de votação do TSE e produzirá por meio da metodologia “Lei de Benford”, um dos métodos mais respeitados no mundo para averiguação de fraudes, a veracidade da contagem de votos da eleição que se aproxima.

No dia 11 de outubro teremos um resultado que será basicamente o percentual probabilístico de chances da eleição ter sido fraudada ou não.

O sucesso da operação depende que o maior número de pessoas saibam que esta operação está acontecendo, só assim diminuiremos fragilidade das eleições. Sua missão é compartilhar essa mensagem em todas suas redes!

Saiba mais: https://operacaoantifraude.com.br/

 

Clique para Comentar!

Deixe sua Opinião!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo
HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com