Taboão Digital – Notícias sobre Taboão da Serra e Região Sudoeste de São Paulo

Destaque

Orçamento de 2019 é rejeitado pela Câmara. Prefeito terá que aceitar emendas propostas pelo BI e Oposição

Mais de 60 horas de sessão na Câmara de Taboão da Serra culminaram com a rejeição do Orçamento Municipal para 2019 que, sem redação final, voltará ao Executivo para que contemple as emendas propostas pelos vereadores do Bloco Independente e Oposição.

Entre as emendas: o aumento salarial do funcionlismo (que há 20 anos pelo menos não tem reajuste), implantação do bilhete único, e a rejeição da construção de novo prédio para a prefeitura, com valor estipulado em mais de R$ 20 milhões.

Os vereadores que são a favor da emenda, constituem o Bloco Independente e Oposição: Dr. Eduardo Nóbrega, Dr. André Egydio, Professor Moreira, Alex Bodinho, Carlinhos do Leme, Érica Franquini e o novo presidente da casa de leis, Marcos Paulo (Paulinho).

Joice é chamada de ditadora

Os vereadores acusaram a presidente Joice Silva de desrespeitar o Regimento Interno. “Não decida sozinha, presidente, deixe o plenário decidir”, apelou o Eduardo Nóbrega.

O vereador Moreira acusou o prefeito de não cumprir promessas de campanha.”O prefeito prometeu o Bilhete Único para a cidade. Estamos fazendo ele cumprir uma promessa de campanha. Já que esqueceu. Alémde garantir e fazer valer os direitos dos servidores que estão há 20 anos sem aumento”, disse ele.

Joice chegou a interromper a sessão na noite do dia 30 de dezembro e mandou cortar a transmissão online e o som do plenário. Os vereadores continuaram a sessão por meio de transmissão nas redes sociais.

A presidente se defendeu em tribuna. “Estou com a consciência tranquila. Fiz valer o Regimento Interno e cumpri as determinações judiciais”, disse ela.

Ontem encerrada a votação, o orçamento foi rejeita do por 7 votos a 4, com a ausência do vereador Jonathan Noventa. Agora é aguardar o reenvio com as emendas no projeto, que deverá ser feita nos próximos dias.

O vereador e novo presidente da Câmara, Paulinho, já afirmou que assim que o projeto for enviado ao Legislativo, vai interromper o recesso e realizar a votação.

Foto de Capa:  Leandro Barreira / Divulgação

 

Clique para Comentar!

Deixe sua Opinião!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo
HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com