Taboão Digital – Notícias sobre Taboão da Serra e Região Sudoeste de São Paulo

Artigos

Quem “roubou’’ as minhas férias?!!!!

As férias, antes de ser um direito do trabalhador e dever do empregador, é uma necessidade psicofísica do homem. O nosso cérebro e nossa mente necessitam do descanso. O nosso corpo precisa do descanso, e muitas vezes os nossos colegas de trabalho precisam descansar da nossa presença. Mas, sabemos que nem sempre isso acontece.

Várias são as explicações que podemos obter ao percebermos que o período de férias nos foi privado. A principal delas, certamente, é a questão financeira e por esse motivo, em muitos casos, o período das férias se torna a oportunidade para abraçarmos o famoso “bico”, um trabalho realizado nos dias que abarcam as férias tão desejadas e esperadas.

Não deixe ninguém “roubar” suas férias

Todos nós necessitamos das férias, independentemente de qual seja a nossa profissão ou função exercida na sociedade. Lembremos que os políticos tiram seus dias de descanso, os profissionais liberais têm seu período de descanso e pasmem os senhores e as senhoras, até o papa reserva os seus sagrados dias para descansar. O descanso não é uma opção, mas uma necessidade de sobrevivência.

Sendo assim, nos aproximamos do mês de julho, mês das férias escolares. Culturalmente as férias é um período onde nós brasileiros baixamos a guarda, frente a algumas obrigações para curtirmos nossos dias de tranqüilidade.

Este período é ideal para a convivência mais intensa dos pais com os filhos. Período de programar junto à família e as pessoas que amamos um belo passeio ou simplesmente ficarmos em casa conversando, ajudando nos afazeres domésticos, brincar com os filhos, assistirem juntos uma boa programação, enfim, convivendo mais com a família para que cada personagem familiar exerça seu papel nesta pequena comunidade de amor.

O ideal seria que os pais que trabalham fora conseguissem alinhar as datas de suas férias para que pudessem desfrutar juntos esses dias tão merecidos. Férias é tempo de quebrar as regras do levantar cedo, das correrias, das arrumações aceleradas. Em um tom jocoso até poderíamos dizer; o ministério da saúde adverte não tirar férias é prejudicial à saúde. Os excessos de obrigações, de trabalhos, de responsabilidades geram um estado de estresse e conseqüentemente nos tornamos pessoas briguentas, impacientes e às vezes insuportáveis em casa e no ambiente de trabalho. É por este motivo que dissemos no início deste artigo que, às vezes os colegas de trabalho precisam descansar da nossa presença. Voltando ao título do nosso artigo, não permita que ninguém “roube” as suas férias, ainda que este seja você mesmo.

Se por um lado você não pode desfrutar de férias nos meses de trabalho o contrário deveria ser verdadeiro, ou seja, não ater se à obrigação de trabalhar nas férias. Meus caros, obviamente aqui se considera com toda a força a condição social de cada um, bem como suas necessidades pessoais e familiares. Mas lembrem-se, talvez as suas férias não sejam somente suas, mas sejam também dos seus filhos, de seus pais, do seu cônjuge dos seus amigos que aguardam ansiosos para conviverem um tempo a mais juntos!!!

Se alguém quiser roubar suas férias! Dê férias para ele!

 

 

Lidionor Sampaio Lisboa é sacerdote católico, reitor do seminário diocesano de Campo Limpo, graduado em Psicologia, licenciado em Filosofia pela Unifai, Bacharel em Teologia pela Faculdade Paulo VI, Pós-Graduado em Terapia Familiar pela Unyleya, Pós-graduado em Logoterapia e Análise Existencial de Viktor Frankl pela PUCPR, Pós-Graduado em Psicanálise pela Unyleya e Formado em Psicanálise pelo Instituto Brasileiro de Psicanálise Clínica.

Clique para Comentar!

Deixe sua Opinião!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo
HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com