Taboão Digital – Notícias sobre Taboão da Serra e Região Sudoeste de São Paulo

Região

O PSL e Ney Santos na região…

As últimas eleições presidenciais foram um grande desabafo da população brasileira, tão vilipendiada por parte de políticos, partidos e organizações travestidas de ideais humanitários, democráticos e de defesa das minorias e marginalizados, quando na verdade, tratam-se apenas de meios para assaltar toda a sorte de recursos públicos.

É fato, portanto que o resultado das urnas nas últimas eleições mostrou a insatisfação dos eleitores com a corrupção, a violência e o crime organizado.

O crescimento do PSL foi meteórico, nunca visto antes na história da política do país, ultrapassou, em muito, o fenômeno de Enéas Carneiro na eleição de 2002, a diferença entre as duas eleições foi a qualidade de deputados eleitos. A safra de deputados do PSL representa uma parcela muito significativa das Forças Armadas, Polícia Militar e da Policia Civil. Muito diferente do PRONA que elegeu uma bancada de deputados insignificantes e muito aquém de seu líder da época.

O PSL tem tudo para tocar o cenário nacional e estadual, sendo bem organizado pode avançar nas bases municipais.

Infelizmente, aí está o “x”da questão: organização.   Percebe-se que, restando um ano para as eleições, praticamente não existem diretórios municipais no estado todo. Existe uma “briga xiita” entre os quadros da executiva.

A cúpula do governo Bolsonaro, precisa atingir as bases, pessoas defendendo o governo nos municípios, essa falta de norte, pode levar o partido de Bolsonaro a fazer na região uma aliança até com Ney Santos de Embu das Artes, sabe-se dos escândalos e processos que o alcaide de nossa cidade vizinha passa. Fontes dão a informação de que Ney Santos já tentou ir para o PSL e vêm conversando com a assessoria de deputados do partido para conseguir seu intento.

O prefeito de Embu quer ter participação na sucessão municipal das cidades de Taboão e Itapecerica da Serra, lançando aliados nestas eleições.

Dessa forma, candidatos fortes do PSL, tais como o Sargento Ruas no Embu, um policial atuante e próximo da população e que tem prestígio dentro e fora da polícia e no Taboão da Serra o Dr. Ronaldo Dias, um empresário bem-sucedido e que vem ganhando força junto ao empresariado e população da cidade, sofrem com essa falta de norte do partido.

A desorganização pode levar a uma aliança que pode jogar o partido no cenário nacional a mostrar fotos de Ney Santos com apoio do Presidente Bolsonaro, já imaginaram?

Mais do que uma “caça às bruxas” na busca de militantes de partidos de esquerda, que convenhamos, têm pessoas boas e ruins em seus quadros, e isso acontece em todos os lugares, não só em partidos políticos, é preciso que os dirigentes nacionais do PSL possam instruir e direcionar os diretórios locais para que priorizem primeiramente a total blindagem do partido em relação a políticos já estabelecidos no poder e principalmente, já totalmente maculados de tanto chafurdar na lama da corrupção, da troca de favores, das práticas nefastas e abomináveis de quem apresenta-se com cara de cordeiro, mas no fundo está enraizado até as entranhas com os mais execráveis criminosos de nosso país.

Tanto se tem falado nas queimadas da Amazônia, não esqueçamos do velho ditado: “onde há fumaça, há fogo”, só com esse critério, o PSL poderá afastar de seus quadros pessoas que podem estar querendo tomar o partido e fazer o presidente Bolsonaro andar de mãos dadas com o crime organizado. (Foto-montagem: reprodução TV Globo, campanha PSL)

Clique para Comentar!

Deixe sua Opinião!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo
HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com